Sábado, 4 de Abril de 2009

PERIFERIA MEU AMOR

 

 

Meu amor periferia ( para Adeilton Lima )

 

 

Após ter lido o texto Adeus, Caliandras!, de Adeilton Lima, motivado por suas provocações, resolvi escrever estas linhas.


Diante de tanta barbárie que vem acontecendo diariamente pelo mundo, pelo Brasil e em nossa cidade com alunos de quinta e sexta séries, riscando os carros dos professores, delinquentes sob o uso de craque, espalhando terror pelas superquadras, o cine Brasília abandonado, as poltronas do teatro nacional detonadas e a escola fajuta integral do DF. Diante de tudo isso, só a arte, nossa eterna parceira, aparece para nos salvar. Ela como afirma o Nietzsche: é um tônico e não um narcótico. Tem sido na periferia onde a arte tem pulsado em uma constelação de focos espalhados em diversos lugares. Seja no quintal da casa do pai do Paulo Delegado em Taguatinga, ouvindo duas bandas tocarem o melhor do rock com direito a várias canjas. Entre Taguatinga e Say Land, acontece o furioso sarau do grupo POEME-SE, guiado pelos poetas: Margô, Rego Júnior, Haroldo e Alisson ( leitores de Foucault e Benjamin ).


Um dos shows mais comoventes que vi em toda minha vida, foi o da turnê do último CD da Ângela Roro no teatro Paulo Autran em Taguatinga. O genial Grupo Bongar Coco da Xanbá, conheci-senti no teatro Yara Amaral em Taguatinga. Fiquei muito comovido ao ouver-sentir Ellen Oléria inaugurando o belo teatro no SESC da Say Land, para um público que nunca havia tido contato com a sua performance e suas composições. Neste mesmo teatro do SESC da Say Land ( que me lembra muito o Lincon Center de Nova Iorque ), vi recentemente o epifânico show de lançamento do DVD do GOG e seus vários convidados e vi também as gravações para uma emissora de tv do artista cearense radicado no Rio de Janeiro, Ednardo ao lado do violão do mestre-dos-metres Manassés.


Foi em Taguatinga, no aniversário de seus cinqüenta anos, onde vi o filme POESIA DO BARRO ( documentário sobre seus poetas ).


Há uma revolução acontecendo pelo subterrâneo que não será televisionada nem por TV a cabo.


Quase fui às lágrimas ao ver o encontro do GOG, REI e JAMAIKA no mesmo palco. Virando as páginas da história da estória dos otários que ainda insistem em dividir. Mas como afirma o GOG: esse papo que o mal vai vencer o bem, isso é papo de vendedor de seguros.
Foi em um quintal na Chaparral onde celebramos o aniversário da Help entre poemas na parede da Leila Miccolis e do Nicolas Behr. Encontrei o Nicolas Behr no tributo feito ao Pezão em novembro de 2008 em Taguatinga.


Querido mano Adeilton, os dados estão rolando em Satélites, poemas e ações.


Foi no SARAU DA COOPERIFA ( “o novo possível quilombo de Zumbi”), na periferia de São Paulo, onde vi mais livros do que na USP. É na periferia onde me sinto mais seguro. É Na periferia onde fico  bem longe dos políticos e de suas políticas públicas banguelas.


Vale relembrar que o rock citado em seu texto, entrou no Brasil pela periferia.


Uma das coisas mais sublimes que vi em toda minha vida, incluindo Arto Linday no C.B.G.B em Manhattan, foi o concerto intersemiótico do Arnaldo Antunes no centro de Taguatinga com várias crianças sentadas no chão da Praça do Relógio numa tarde de sol em janeiro.
Adeilton, se o centro é só silêncio, seqüestro e tiroteio, na periferia, a arte ainda pulsa.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

seu mano paulo kauim

 


publicado por paulokauim às 21:55
link do post | comentar | favorito
|

.blogosfera

contador grátis

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. nossa pista de sk8 não va...

. sonata em d

. meu amigo

. no existen los dioses

. 2014 começa na porrada de...

. nelson luiz

. cubahia

. semente

. outro brasil

. vida

.arquivos

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Abril 2014

. Janeiro 2014

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Carioca de (al)gema!

. Graffitis - Discussão

. Rua da Feira

. Tropecei na rede #003

.links

.mim é índio com negro com branco


. ver perfil

. seguir perfil

. 3 seguidores

SAPO Blogs

.subscrever feeds